Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeitesth

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial > Últimas Notícias > Professores do IFG participam da elaboração de documento do MEC sobre educação inclusiva
Início do conteúdo da página
Inclusão

Professores do IFG participam da elaboração de documento do MEC sobre educação inclusiva

O diretor-executivo do IFG, Adelino Candido Pimenta (centro), participou da abertura da reunião como reitor substituto da Instituição

  • Criado: Quinta, 18 de Maio de 2017, 16h08
  • Última atualização em Sexta, 09 de Junho de 2017, 14h45
O assessor especial para Inclusão Social Produtiva e Diversidade na Educação Profissional e Tecnológica do MEC, Franclin Nascimento (à esquerda), com a professora Waléria Vaz, o diretor-executivo do IFG e reitor substituto, professor Adelino Pimenta, o pró-reitor de Administração, Ubaldo Eleutério, e professor Thiago Aguiar

O Instituto Federal de Goiás está participando das discussões, junto ao Ministério da Educação, para definição de ações integradas relativas à inclusão e diversidade. Os professores Waléria Batista da Silva Vaz Mendes e Thiago Cardoso Aguiar, do curso de Pedagogia Bilíngue, estão reunidos nesta quarta e quinta-feira, 17 e 18 de maio, com o assessor especial para Inclusão Social Produtiva e Diversidade na Educação Profissional e Tecnológica, da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (SETEC/MEC), Franclin Nascimento, e com representantes de outras instituições públicas que atuam na área de educação inclusiva no Brasil para a elaboração de documento sobre o assunto. O diretor-executivo do IFG, professor Adelino Candido Pimenta, participou da abertura da reunião como reitor substituto da Instituição. Estava também na abertura do encontro o pró-reitor de Administração, Ubaldo Eleutério.

“Criaremos um documento orientador sobre a política de educação inclusiva integrada entre SETEC e SECADI para a Rede Federal”, destaca a professora Waléria Vaz.

A base das discussões é a Lei n° 13.146/15, a chamada Lei Brasileira da Inclusão, que estabelece regras e orientações para assegurar e promover o exercício dos direitos e das liberdades fundamentais por pessoa com deficiência, visando à sua inclusão social e cidadania. A reunião está proporcionando uma retomada na discussão de ações integradas envolvendo a Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (SECADI) e a Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (SETEC). A professora Waléria Batista da Silva Vaz Mendes explica que a discussão está sendo resgatada pelo Departamento de Políticas de Educação Infantil e Ensino Fundamental (DPE) e avalia que a iniciativa é muito importante porque, segundo ela, as questões sobre Educação Inclusiva no MEC estavam esquecidas desde 2011.

“Criaremos um documento orientador sobre a política de educação inclusiva integrada entre SETEC e SECADI para a Rede Federal”, destaca a professora Waléria, que participou do projeto de criação do curso de Pedagogia Bilíngue no IFG e foi a primeira coordenadora do curso, instituído em 2015 no IFG e o primeiro do Brasil na modalidade presencial. O escopo do documento deve ficar pronto até o final do encontro.

Estão participando também das discussões, representantes do Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES), Marcelo Ferreira de Vasconcelos Cavalcanti; do Instituto Benjamin Constant (IBC), órgão ligado ao MEC e referência na área da deficiência visual, João Ricardo Melo Figueiredo; do Colégio Pedro II, Vera Maria Ferreira Rodrigues; dos Institutos Federais de Educação de Brasília, Paraná, Triângulo Mineiro e Amazonas; da Diretoria de Políticas Especiais da SECADI, José Rafael de Miranda, e das seguintes coordenações do MEC: Política Pedagógica da Educação Especial, José Rafael Miranda, Política de Acessibilidade na Escola, Iêdes Soares Braga, e Articulação da Política de Inclusão nos Sistemas de Ensino, Linair Moura Barros Martins.

 

Coordenação de Comunicação Social e Eventos – Câmpus Aparecida de Goiânia.

Fim do conteúdo da página