Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeitesth

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial > Últimas Notícias > Câmpus Formosa é campeão na modalidade Free Fire
Início do conteúdo da página
eJIFG

Câmpus Formosa é campeão na modalidade Free Fire

Câmpus disputa hoje à noite, a partir das 19h30, a final na modalidade League of Legends  contra o Câmpus Luziânia, no canal IFG Comunidade, no YouTube

  • Criado: Sexta, 30 de Julho de 2021, 17h34
  • Última atualização em Quarta, 15 de Setembro de 2021, 13h12
Câmpus Formosa encerra o Free Fire com 78 kills
Câmpus Formosa encerra o Free Fire com 78 kills

Foi no clima das Olimpíadas de Tokio 2020 que o Câmpus Formosa conquistou ontem, 29, o primeiro lugar no jogo Free Fire (Garena), modalidade esportiva da primeira edição dos jogos eletrônicos do Instituto Federal de Goiás (eJIFG). A participação marcante não parou aí. O Câmpus também disputou no xadrez arena e, para delírio da torcida, jogará a final no League of Legends (Lol) hoje, contra o Câmpus Luziânia, comprovando sua excelente participação nos jogos, que se encerram nesta sexta-feira.

O objetivo do Free Fire é sobreviver aos inimigos em uma zona segura. A colocação final dos times participantes foi o resultado da somatória de mortes – nomeadas “kills” pelos gamers -, efetuadas pelos jogadores durante os dois dias. O Câmpus obteve um bom resultado, contabilizando o total de 78 kills. A medalha de prata ficou com o time de Senador Canedo (51 kills), seguido pelo Câmpus Luziânia (48 kills).

O Câmpus Formosa mesclou estudantes do ensino médio e superior, incluindo e integrando os gêneros feminino e masculino, cursos e turmas distintas, e níveis de ensino diferentes. As mulheres foram representadas no time vencedor pela aluna do 1º ano do curso Técnico Integrado Integral em Saneamento, Vitória Moreira de Melo, e pela técnica do time, professora Uyara Ferreira Silva, destacando-se com as estratégias de ataque e defesa.

Apesar de afirmar que foi muito bem acolhida e respeitada por seus colegas, Vitória afirma que outras garotas ainda sofrem preconceito devido à existência do estereótipo de que jogos eletrônicos são para meninos. “É justamente por causa de piadinhas e até ofensas para que elas não joguem mais, que se deve incentivar cada vez mais as meninas a quebrar este preconceito, para que tenham um lugar no mundo dos jogos”, justifica a competidora.

Além da aluna, também fizeram parte da equipe os estudantes Karllos Daniel Riberio (curso superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas - TADS), Guilherme Henrique Pereira Passos (1º ano do Técnico Integrado Integral em Biotecnologia), João Diego Flôr Silva (1º ano de Biotecnologia) e João Victor Jatobá Ferreira (3º ano de Saneamento). O time de ouro representará o Free Fire do IFG nos Jogos Eletrônicos da Rede Federal, de 13 a 17 de setembro.

Segundo a técnica da equipe, professora Uyara, a seleção dos participantes foi feita pela Comissão Local, que inclui os professores Murilo Teles, Manoel Bernardes Jesus, Sirlon Lacerda e Karen Nascimento, de acordo com o critério de maior pontuação em jogos anteriores. “Tivemos que correr atrás dos alunos em tempo recorde para descobrir quem jogava aquelas modalidades e quem já era bem classificado”, explica Uyara. A técnica tece elogios à equipe: “Teve muita disciplina. Isso ajudou muito. Tudo o que a gente pede para eles fazerem, eles fazem e são muito inteligentes. Já têm muitas estratégias no jogo”.

  

Tabela de pontos

 Tabela de pontuação final do Free Fire

 

LOL

Nesta noite, às 19h30, os jogadores da modalidade League of Legends realizam a disputa final em um jogo eletrizante contra o Câmpus Luziânia. Os espectadores poderão assistir no canal do YouTube IFG Comunidade.

 

Coordenação de Comunicação Social/Câmpus Formosa

Fim do conteúdo da página