Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeitesth

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial > Últimas Notícias > Ministro da Educação conhece e elogia trabalho da Rede Federal
Início do conteúdo da página
Rede Federal

Ministro da Educação conhece e elogia trabalho da Rede Federal

Nova diretoria do Conif reuniu-se, pela primeira vez, com o Ministro Ricardo Vélez Rodríguez

  • Criado: Sexta, 01 de Março de 2019, 07h19
  • Última atualização em Quinta, 21 de Março de 2019, 16h51
Reitor do IFG, professor Jerônimo Rodrigues, que preside o Conif, esteve com o Ministro da Educação
Reitor do IFG, professor Jerônimo Rodrigues, que preside o Conif, esteve com o Ministro da Educação

 Nesta quinta-feira, 28/2, o presidente do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif), Jerônimo Rodrigues da Silva, que é reitor do Instituto Federal de Goiás (IFG), e os vice-presidentes Virgílio Augusto Sales Araripe (Administrativo), Flávio Luís Barbosa Nunes (Assuntos Acadêmicos) e Marcelo Bregagnoli (Relações Institucionais) reuniram-se, pela primeira vez, com o ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez.

Além de apresentar um vídeo mostrando abrangência, atuação, dados e resultados da Rede Federal, a diretoria defendeu a consolidação e expansão do modelo de ensino que contabiliza hoje mais de um milhão de estudantes em todo o País.

O presidente do Conif explicou que as prioridades dos 38 institutos federais, dos dois Centros Federais de Educação Tecnológica e do Colégio Pedro II já foram encaminhadas à Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec). “O diálogo com a Setec está em andamento. Com aporte de mais recursos financeiros e humanos, a Rede poderá contribuir para uma das metas da pasta, destacadamente a de colocar a pesquisa aplicada a serviço da sociedade”, disse.

Segundo o ministro, o governo quer avançar em todos os aspectos referentes aos ensinos fundamental, médio e profissional, entretanto, tem ciência de que existe um gargalo no período que abrange o fim da 8ª série (9º ano) com o início do ensino médio. “A educação não deve basear-se apenas na teoria, precisamos achar metodologias adequadas para impulsionar o conhecimento aplicado à prática que, por sua vez, seja atrativo para os jovens estudantes. Esse é o nosso desafio”, declarou.

Ricardo Vélez assegurou que, no campo da educação profissional, o modelo brasileiro está funcionando muito bem, mas requer consolidação e estímulo, o que, segundo explicou, poderá ocorrer tendo como norte experiências adotadas na Alemanha, Canadá, Estados Unidos e Israel. “Em Israel, por exemplo, uma das provas dos alunos é a criação de uma startup. O ensino técnico é fundamental para encontrarmos o caminho do desenvolvimento sustentável. A Rede Federal tem experiência e os institutos federais são considerados patrimônio da Nação. Vamos fazer a gestão consciente e prestar serviço à sociedade”, acrescentou.

Também participaram da reunião o secretário de Educação Profissional e Tecnológica, Alexandro Ferreira de Souza, o chefe de gabinete do ministro, Tiago Tondinelli, o secretário executivo e a assessora Parlamentar do Conif, Alexandre Bahia Santos e Fernanda Torres.

Articulação 2019 – Na segunda quinzena de janeiro, a diretoria de 2018 e os conselheiros do Conif se reuniram com o secretário de Educação Profissional e Tecnológica, Alexandro Ferreira de Souza, quando foram apresentadas as demandas prioritárias da Rede Federal.

Em fevereiro, na primeira agenda ordinária do Conselho neste ano, o colegiado expôs temas estratégicos para a Rede aos diretores de Articulação e Expansão de Educação Profissional e Tecnológica (DAE), Wilson Nobre, de Políticas e Regulação de Educação Profissional e Tecnológica (DPR), Jeovany Machado dos Anjos, e de Desenvolvimento da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (DDR), Rodrigo Alves da Silva, todos do MEC.

De 12 a 14 de março, os conselheiros voltarão a se reunir para tratar de assuntos em defesa das instituições representadas. A 93ª Reunião Ordinária do Conif será em Campo Grande, Mato Grosso do Sul.



Assessoria de Comunicação do Conif

Fim do conteúdo da página