Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeitesth

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial > Últimas Notícias > Podcast cinem[agente] discute papel e a ação social de produções cinematográficas
Início do conteúdo da página
CINEMA E PESQUISA

Podcast cinem[agente] discute papel e a ação social de produções cinematográficas

Criado: Quarta, 01 de Julho de 2020, 12h36 | Última atualização em Terça, 04 de Agosto de 2020, 13h27

Ação é iniciativa do grupo de pesquisa Cinema e Modernidade do IFG

imagem sem descrição.

O que se pode aprender ao ver um filme? Como as produções cinematográficas podem contribuir com o aprendizado e reflexões dentro da sala de aula? O cinema pode ser um agente social? Esses são alguns questionamentos feitos pelo grupo de pesquisa Cinema e Modernidade, do Câmpus Goiânia do Instituto Federal de Goiás (IFG), que lança a partir de hoje o seu podcast cinem[agente]. Os episódios serão postados quinzenalmente e estarão disponíveis nas plataformas Spotify e Anchor. O primeiro episódio foi postado nesta quinta-feira, 29 de julho, e discute sobre discursos literários e cinematográficos sobre feminismo no filme "As Horas" (2002), dirigido por Stephen Daldry.

Além desta obra audiovisual, o podcast abordará reflexões acerca de filmes como Jogos Vorazes (a trilogia), Robin Hood, Forest Gump, O cangaceiro e os últimos cangaceiros, Star Wars (a nova trilogia), Batman - o cavaleiro das trevas e O tronco. Essas produções serão comentadas nos primeiros episódios.

O projeto do podcast foi proposto dentro das ações do Câmpus Goiânia durante o período de isolamento social devido à pandemia de Covid-19 e tem como foco a socialização dos resultados das pesquisas desenvolvidas pelo grupo Cinema e Modernidade. Dentre os argumentos que fundamentam o projeto, os pesquisadores citam o historiador contemporâneo Marc Ferro, que afirma a ação do cinema sobre o seu tempo.

“A linguagem cinematográfica possui códigos que organizam discursos, por isso, qualquer filme deve ser visto como mais do que mero entretenimento. Mesmo filmes de grande público, como os blockbusters, estão em diálogo com ações sociais concretas, o que exige que a apreciação estética de um filme seja feita de forma conscientemente ativa, já que ninguém consegue estar passivo diante da obra fílmica, mesmo que não se dê conta disso”, explica o professor Rafael Borges, coordenador do grupo de pesquisa. Segundo ele, a ideia é que o espectador de uma obra cinematográfica não se atenha apenas com as qualidades estéticas contidas nos filmes, mas é preciso dialogar com eles, interpretá-los, interrogá-los acerca das representações construídas e sobre como elas estão em diálogo com ações sociais concretas.

A produção dos podcasts envolve a participação dos pesquisadores do grupo Cinema e Modernidade do IFG, composto por alunos da Licenciatura em História do Câmpus Goiânia. Os programas poderão contar também com servidores e convidados extra-institucionais. Para saber mais sobre o projeto e acompanhar as publicações, siga o instagram @cinem_agente_ 


Serviço
Podcast cinem[agente]
Público-alvo: comunidades interna e externa do IFG
Quando: publicações quinzenais nas plataformas Spotify e Anchor.

 

Coordenação de Comunicação Social do Câmpus Goiânia.

Fim do conteúdo da página