Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeitesth

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página
LAPASSION@Goiânia

Professoras finlandesas são recepcionadas pelo reitor do IFG

As docentes irão atuar na capacitação dos tutores do LAPASSION. O treinamento ocorrerá até o dia 7 de março, no Câmpus Goiânia

  • Criado: Segunda, 02 de Março de 2020, 15h05
  • Última atualização em Quinta, 19 de Março de 2020, 20h23
Professoras finlandesas, Tiina Koskiranta e Sanna Tahlo, são recepcionadas pelo reitor do IFG, professor Jerônimo, e pelo cordenador do LAPASSION, Ruberley Rodrigues

 

Na manhã desta segunda-feira, 2 de março, o reitor do Instituto Federal de Goiás (IFG), professor Jerônimo Rodrigues da Silva, recebeu, na reitoria da Instituição, as professoras finlandesas Tiina Koskiranta e Sanna Tahlo. Junto com os professores brasileiros Ravel Oliveira e Eduardo Noronha, as docentes irão atuar na capacitação dos tutores do projeto LAPASSION@Goiânia. Os professores treinados irão participar, posteriormente, de uma etapa de desenvolvimento de projetos com alunos selecionados que será realizada no Câmpus Goiânia, entre os meses de março e maio.

Além do reitor e das docentes, participaram da reunião de boas-vindas os pró-reitores de Pesquisa e Pós-Graduação, Paulo Francinete da Silva Junior; de Extensão, Daniel Silva Barbosa; de Desenvolvimento Institucional e Recursos Humanos, Amaury França Araújo; de Administração, José Carlos Barros e Silva; além do coordenador do LAPASSION no IFG, professor Ruberley Rodrigues de Souza; da diretora executiva, Adriana dos Reis Ferreira; e do coordenador de Relações Internacionais da reitoria,  Luciano de Paula Pereira Perilo.

Professoras Tiina Koskiranta e Sanna Tahlo; o coordenador de Relações Internacionais, Luciano Perilo; o reitor do IFG, professor Jerônimo; e o coordenador do LAPASSION no IFG, Ruberley Rodrigues

 

Durante a recepção das docentes, o reitor do IFG fez questão de agradecer a participação das professoras nessa etapa do Projeto LAPASSION que será iniciada em Goiânia: “agradeço a participação de vocês e a disposição em atuar nessa capacitação, tão importante para o sucesso da etapa Goiânia do LAPASSION. Também, nessa perspectiva, coloco o IFG à disposição da Erasmus + para os novos projetos que serão realizados”.

Para a professora Tiina Koskiranta, da Tampere University of Applied Sciences (TAMK), esta é uma oportunidade muito importante de aprendizado para todos os envolvidos no processo. Nas palavras da docente, “acredito que é uma excelente oportunidade de aprender, pois damos ênfase ao processo e não somente aos resultados. A experiência dos alunos, no processo, é o que prevalece na vida deles. A experiência é ampliada aos professores que podem incorporar novas metodologias ao processo de ensino-aprendizagem”.

Segundo o professor Ruberley Rodrigues, as docentes finlandesas, junto com os professores Ravel Oliveira e Eduardo Noronha, irão atuar na preparação dos servidores do IFG que farão parte da etapa do Projeto Lapassion a ser realizada nos próximos meses, no Câmpus Goiânia. Essa capacitação de tutores ocorrerá no Câmpus Goiânia, até o dia 7 de março.

 

Projeto LAPASSION

Elaborado por um consórcio de 13 instituições de ensino superior, o Projeto conta com cinco instituições brasileiras: IFG; Instituto Federal do Amazonas (IFAM); Instituto Federal do Triângulo Mineiro (IFTM); Instituto Federal do Maranhão (IFMA); e Instituto Federal Sul-rio-grandense (IFSul); duas chilenas (Fundação do Instituto Profissional – DUOC; Pontifícia Universidade Católica do Chile – PUC); duas uruguaias (Universidade Tecnológica do Uruguai – UTEC; Universidade da República do Uruguai – UDELAR); uma portuguesa (Instituto Politécnico do Porto – IPP); duas espanholas (Universidade de Vigo – UVIGO; e Universidade de Salamanca – USal); e uma finlandesa (Universidade de Ciências Aplicadas de Tampere – TAMK). Participam também do consórcio duas associações: Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) e Associação de Empresas de Portugal (AEP).

O Projeto teve seu início em novembro de 2017, durante a realização da Reunião Anual dos Dirigentes das Instituições Federais de Educação Profissional e Tecnológica (Reditec) em João Pessoa, e prevê a realização de oito etapas de desenvolvimento de projetos multidisciplinares. Em 2018, aconteceu em Santiago do Chile, de abril a junho, a primeira etapa de desenvolvimento, com a temática “Como melhorar as condições para o envelhecimento das populações”. O evento, na ocasião, foi realizado pela DUOC em conjunto com a PUC-Chile. Em 2019, ocorreram três etapas simultâneas, realizadas pelo IFMA, em São Luís; pelo IFTM, em Uberaba; e pela UTEC em conjunto com a UDELAR, em Montevidéu.

Segundo o cronograma do Projeto LAPASSION, neste ano, serão realizadas as quatro últimas etapas de desenvolvimento do projeto. Participam dessa fase o IFG, o IFAM, o IFSul e a DUOC/PUC-Chile. Nesse período, além do tema do IFG (Como contribuir para uma sociedade inclusiva e sustentável), serão abordadas as seguintes temáticas: Tecnologias socioambientais para a sustentabilidade da Amazônia (IFAM); Como melhorar as condições de acessibilidade (IFSul); Como contribuir para criar cidades inteligentes (DUOC/PUC-Chile).

De acordo com o professor Ruberley, para essa etapa em Goiânia, que se inicia no dia 9 de março, o projeto prevê a participação de 20 estudantes da Instituição e dez de cinco instituições parceiras, sendo dois alunos de cada uma delas (IFTM, IPP, TAMK, PUC-Chile e DUOC). Além dessas instituições, irá participar do evento no Câmpus Goiânia um aluno de cada uma das seguintes instituições: Instituto Federal do Espírito Santo (IFES), Instituto Federal do Rio de Janeiro (IFRJ) e Instituto Federal de Minas Gerais (IFMG).

 

Conheça o site do LAPASSION e saiba mais sobre o Projeto.

 

 

Diretoria de Comunicação Social/Reitori

Fim do conteúdo da página