Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeitesth

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página
XV Festival de Artes de Goiás

Mostra de obras artísticas, shows de bandas goianas e homenagem marcam o último dia do Festival de Artes

 Ao longo de três dias, de modo virtual, evento trouxe apresentações artísticas diversas à comunidade do IFG

  • Criado: Sexta, 24 de Setembro de 2021, 14h10
  • Última atualização em Quarta, 20 de Outubro de 2021, 12h58
A 15ª edição do Festival de Artes de Goiás foi encerrada com uma live com o Trio Cerrado
A 15ª edição do Festival de Artes de Goiás foi encerrada com uma live com o Trio Cerrado

 

Na noite desta quinta-feira, 23 de setembro, foi encerrada a 15ª edição do Festival de Artes de Goiás (3ª etapa). A data coincidiu com o aniversário de 112 anos da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica e do Instituto Federal de Goiás, antiga Escola de Aprendizes Artífices (1909). Nas transmissões do Festival durante o último dia, os organizadores chamaram atenção para essa data, convidando o público para celebrar o aniversário do IFG e da Rede por meio da arte e conferir as atrações do Festival.

Iniciando-se na terça-feira, 21, e contando com mais de 40 apresentações artísticas ao longo de seus três dias, o Festival trouxe ao público, por meio da Mostra InspirArte e das transmissões no YouTube, obras artísticas com foco na área da dança, teatro, artes plásticas, além de shows de músicos diversos. Sem deixar de lado a questão social e chamando atenção para a pandemia da Covid-19, o evento, em sua última noite, prestou uma homenagem aos profissionais da música de Goiás que faleceram durante o período da pandemia, com a apresentação da live do Trio Cerrado.

 

Mostra InspirArte

Nesta quinta-feira, foram transmitidas 4 sessões da Mostra InspirArte, a maioria delas com exibição permanente no canal do IFG Comunidade no YouTube. Somente a sessão 10 é temporária e, por essa razão, será disponibilizada no canal por 7 dias e depois ficará indisponível. As demais (sessões 5, 6 e 7) ficarão disponibilizadas no canal.

Além de apresentações de dança, foram exibidos curtas-metragens, apresentações teatrais, entre outras linguagens artísticas. Um desses curtas é intitulado Tor Teixeira - Salve a mata e mostra um pouco do trabalho feito pelo artista plástico Tor Teixeira e suas intervenções artístico-culturais. 

Uma das atrações da Sessão 5, da Mostra InspirArte, é o curta Tor Teixeira - Salve a mata

Entre as atrações presentes neste último dia do Festival, o público pôde conferir shows das bandas goianas Chá de Gim e Terra Cabula. A primeira apresentação da sessão 7 da Mostra foi da banda Chá de Gim (clique aqui e confira). Marcada por uma sonoridade que mistura vários ritmos, em especial os nordestinos, a banda, formada pelos músicos Diego Wander, Caramuru Brandão, Alexandre Akires e Bernardo Rodrigues, tem entre suas principais influências Dominguinhos, Gonzagão, Alceu Valença e Jackson do Pandeiro, além de grandes nomes do rock mundial, como Led Zeppelin, Pink Floyd e Beatles.

A segunda atração foi Terra Cabula, uma banda goiana cujo repertório é marcado por referências do universo folclórico e popular, presentes na relação Brasil - África, como a congada, maracatu, afoxé e toques de terreiro, por meio dos tambores, distorções de guitarra, programações eletrônicas e performance cênica. Na apresentação acústica, Vinícius Bolivar e Ingrid Lobo apresentaram um pouco do repertório da banda. A atividade artística foi selecionada por meio do Edital InspirArte 2021 da Pró-Reitoria de Extensão do IFG.

 

Homenagem e recordação

A 15ª edição do Festival de Artes de Goiás foi encerrada com uma live com o Trio Cerrado. Na apresentação, a banda homenageou músicos goianos falecidos durante o período da pandemia. Ao longo da apresentação, o Trio também agradeceu os integrantes da Comissão responsável pela organização do Festival de Artes e destacou que dois integrantes do Trio foram alunos de um dos organizadores do evento.

O contrabaixista Marcelo Maia lembrou que foi aluno do professor Roberto Milet e falou do tempo em que foi aluno do IFG: “Milet foi meu professor. Grande artista, grande professor. Eu não cheguei a tirar 10 com ele, não, mas uma hora eu tiro”, brincou.

Durante a live, Marcelo Maia, do Trio Cerrado, fala sobre a época em que estudou no IFG

Falando de seu tempo na Instituição, Marcelo lembrou: “a gente tinha a Big Band Nilo Peçanha. Foi uma fase muito bonita e muito legal”. Jader Gomes, aluno do IFG e baterista do Trio, durante a live, saudou os docentes e os coordenadores da Instituição e ressaltou: “é um prazer ser aluno do IFG, um instituto no qual tenho aprendido muito e no qual ainda vou aprender muito mais”.

O Trio Cerrado é uma referência de música instrumental em Goiânia, sendo conhecido além das fronteiras de Goiás. Seu estilo é voltado para o jazz e para a música brasileira, remetendo aos clubes de jazz norte-americanos e aos sofisticados clubes da noite paulistana. Formado por Marcelo Maia (contrabaixo), Dejan Cosic (piano) e Jader Gomes (bateria), o Trio gravou seu primeiro CD em 2012. A live pode ser conferida no canal do IFG Comunidade.

 

 

Acesse o canal IFG Comunidade e confira o que aconteceu no Festival de Artes: https://www.youtube.com/IFGComunidade

 

 

Diretoria de Comunicação Social/Reitoria

 

 

  

 

Fim do conteúdo da página