Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeitesth

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página
REDITEC

IFG tem obra relançada na 45ª Reunião Anual dos Dirigentes das Instituições de Educação Profissional e Tecnológica

Criado: Terça, 30 de Novembro de 2021, 17h30 | Última atualização em Terça, 14 de Dezembro de 2021, 18h40

Pesquisa em Balé no Brasil: Panoramas sobre História, Ensino e Cena, publicada pela Editora IFG, foi selecionada

  A obra “Pesquisa em Balé no Brasil: Panoramas sobre História, Ensino e Cena (IFG)” foi apresentada na REDITEC por uma das organizadoras: Eleonora Santos (UFPEL). A outra organizadora é Rousejanny Ferreira, do Câmpus Aparecida de Goiânia
A obra “Pesquisa em Balé no Brasil: Panoramas sobre História, Ensino e Cena (IFG)” foi apresentada na REDITEC por uma das organizadoras: Eleonora Santos (UFPEL). A outra organizadora é Rousejanny Ferreira, do Câmpus Aparecida de Goiânia

 

Ao todo, 10 obras foram selecionadas por meio de chamada pública para serem relançadas na 45ª Reunião Anual dos Dirigentes das Instituições de Educação Profissional e Tecnológica (REDITEC). O evento de apresentação das obras aconteceu hoje, 30 de novembro, pela manhã, e o Instituto Federal de Goiás, por meio da Editora IFG, teve obra Pesquisa em Balé no Brasil: Panoramas sobre História, Ensino e Cena selecionada para a ocasião.

As obras escolhidas, que integraram o relançamento da REDITEC, possuem diferentes temáticas e foram publicadas pelas editoras de outros cinco institutos federais, além do IFG: Editora IFB (Instituto Federal de Brasília), Essentia Editora (Instituto Federal Fluminense), Edifap – Editora do IFAP (Instituto Federal do Amapá), Editora IFPB (Instituto Federal da Paraíba) e Editora IFPA (Instituto Federal do Pará).

No evento de lançamento, Douglas Vilaça, Mariana Carolina Barbosa Rego e os intérpretes de Libras, Tatiana Arantes e Juliette, apresentaram as obras, bem como relatos de ex-alunos, atração musical e experiências exitosas. Os apresentadores anunciaram a exibição de vídeos sobre as obras selecionadas, dentre eles sobre a publicação da Editora IFG.

A obra “Pesquisa em Balé no Brasil: Panoramas sobre História, Ensino e Cena (IFG)” tem como organizadoras Eleonora Santos, da Universidade Federal de Pelotas, e Rousejanny Ferreira, do Câmpus Aparecida de Goiânia do IFG. O livro foi publicado, em 2020, pela Editora IFG e Editora IFRN (Instituto Federal do Rio Grande do Norte), como parte da Coleção Ágora. No evento de hoje, Eleonora explicou, em vídeo, que a publicação teve foco no gênero do balé clássico e foi organizada a partir de 10 textos de diversos autores.

Hoje, ao apresentar a obra na REDITEC, Eleonora Santos convidou as pessoas para a leitura: “Esperamos que todos e todas acessem a obra, leiam e que esses textos e essas discussões sejam provocativos e produtivos para o pensamento e o avanço das pesquisas em dança no Brasil”.

 

Obra

O prefácio da obra, escrito por Thaís Gonçalves, professora de Dança da Universidade Federal do Ceará, apresenta a amplitude de reflexões contidas na obra, que “propõem um instigante espaço para que artistas, pesquisadores e professores de dança apresentem suas questões em torno do balé no Brasil sob um prisma vasto de relações”. Os textos foram elaboradores por pesquisadores de São Paulo, Bahia, Rio de Janeiro, Goiás, Pará e Rio Grande do Sul: “entre tradição, imaginário e atualizações de perspectiva, todos os autores têm em comum a transição por refl­exões e discussões que permeiam o balé no Brasil desde o ensino aos processos de composição coreográficas e aos aspectos históricos e políticos”.

 

Sinopse - Pesquisa em Balé no Brasil: Panoramas sobre História, Ensino e Cena:

O que se procura com esta publicação? Uma bailarina que dança balé ou ballet? Para muito além dos estrangeirismos e dos falsos problemas, o livro Pesquisa em Balé no Brasil: panoramas sobre a história, ensino e cena ganha mundo para nos indagar a respeito da contemporaneidade de um gênero de dança que atravessou os mares para espraiar-se na nossa contemporaneidade tupiniquim. Tamanha viagem no tempo e no espaço propicia uma gama de relações entre arte, ensino, pesquisa e criação em dança num território marcado por colonizações de toda ordem, sobretudo a que habita as nossas subjetividades. Balé tradição ou balé delirante? Entre certezas e incertezas, é traçada uma cartografia que articula diferentes tempos, através dos quais se contam e recontam as condições que tornaram possível a presença do balé no contexto brasileiro, em suas ramificações, contaminações e hibridizações.

 

Confira as 10 obras relançadas na REDITEC:

Crônicas Distópicas do Planalto Central (IFB)

Pesquisa em Balé no Brasil: Panoramas sobre História, Ensino e Cena (IFG)

A Melhor Companhia (IFF)

IFAP - 10 Anos de Trajetória, Desafios, Progresso Científico, Tecnológico e Educacional no Amapá (IFAP)

I Coletânea de Poesia, Cordel, Contos e Crônicas do IFPB (IFPB)

Educação em Engenharia: Aplicações no Ensino em Engenharia (IFPB)

NUCAES: Rompendo Muros (IFPB)

Entendendo as Engrenagens da Educação Profissional (IFPA)

Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente na Amazônia (IFPA)

O Lápis Endiabrado: Andrelino Cotta e a Caricatura em Belém do Pará nos Anos 20 (IFPA)

 

Acompanhe a REDITEC:

https://www.reditec.ifb.edu.br/

https://www.youtube.com/c/tvifbrasilia

 

Diretoria de Comunicação Social do Instituto Federal de Goiás

 

 

 

Fim do conteúdo da página