Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeitesth

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial > Aluno > IFG > Últimas notícias > IFG publica primeiro plano de comunicação após aprovação da Política
Início do conteúdo da página
Comunicação

IFG publica primeiro plano de comunicação após aprovação da Política

Documento apresenta projetos estratégicos que serão desenvolvidos até o próximo ano

Plano de Comunicação apresenta 15 ações estratégicas
Plano de Comunicação apresenta 15 ações estratégicas

 

 

Para promover uma comunicação com foco na busca do alcance dos objetivos e das metas previstas no Plano de Desenvolvimento Institucional (2019/2023) do Instituto Federal de Goiás (IFG), além de contribuir para o fortalecimento da imagem e da identidade institucional e para o desenvolvimento da Política de Comunicação, a instituição publica o plano de comunicação para o período de maio de 2021 a maio de 2022. O documento foi elaborado pela Diretoria de Comunicação Social (Dicom) e apresenta 15 projetos estratégicos.

O Plano de Comunicação do IFG está em consonância com as ações, metas e com os objetivos previstos no PDI do IFG, com o Plano Anual de Trabalho (PAT) da Reitoria, com os resultados de processos de avaliação institucional, além de estar amparado pelas diretrizes e princípios estabelecidos na Política de Comunicação da Instituição, aprovada em março deste ano pelo Conselho Superior por meio da Resolução nº 51, de 30 de março de 2021. Também reflete a tomada de ação para o desenvolvimento da cultura de planejamento no IFG que, em breve, terá o seu documento de planejamento estratégico.

A elaboração do plano faz parte do escopo das ações estratégicas de comunicação institucional. Os projetos estratégicos definidos no plano são: 1. Guia de Cursos do IFG e a Oferta de Cursos Regulares; 2. Política de Comunicação do IFG; 3. Canais Institucionais e Informações Oficiais; 4. Comissão Interna de Supervisão do Plano de Carreira dos Técnicos Administrativos em Educação; 5. Processo Eleitoral para Escolha do Reitor e dos Diretores-Gerais; 6. Maio da Diversidade; 7. CPA e Autoavaliação; 8. Novembro Negro; 9. Uso do E-mail Institucional pela Comunidade Acadêmica; 10. Ouvidoria e Serviço de Informação ao Cidadão: Transparência Pública; 11. Comunicação da Ciência: Série de Reportagens Especiais - Projetos de Ensino, Pesquisa e Extensão; 12. Tecnologia e Inovação no IFG; 13. Boas Práticas de Comunicação para a Diversidade, Inclusão e Acessibilidade; 14. Integridade no Governo Federal; 15. Planejamento, Dados e Informações Institucionais.

A descrição de cada um dos projetos, com a relação dos produtos/entregas, objetivos, e período previsto para a realização estão indicados na tabela de Projetos Estratégicos de Comunicação Institucional que está no Plano, que é o primeiro publicado após a aprovação da Política de Comunicação do IFG.

 

Planejamento

Os setores de comunicação da Reitoria e dos 14 câmpus são instâncias que, diferente da maioria das outras áreas do IFG, atendem diversos setores e demandas. Atendem os públicos interno e externo e, ainda, desenvolvem o relacionamento com a mídia. Para que seja possível a execução de um plano como este, bem como realizar melhorias e avanços na comunicação institucional, é imprescindível que haja planejamento de todas as áreas do IFG.

A importância do planejamento está destacada no Plano de Comunicação: “Em termos institucionais, o maior desafio para a execução integral deste Plano de Comunicação são as ações rotineiras, do cotidiano da Dicom, cujas solicitações de outros setores muitas vezes só são enviadas no “último minuto”, após o horário de trabalho das equipes de comunicação, ou quando os editais já estão publicados, por exemplo, com prazos inadequados para que a divulgação seja elaborada e, em especial, sem o tempo necessário para que circule junto aos públicos de interesse”.

A comunicação é um processo, realizado em várias etapas, e a falta de planejamento, o envio de informações incompletas e/ou incorretas, sem prazo adequado para atendimento e fora do horário, por exemplo, apresentam impactos negativos na rotina de trabalho das equipes de comunicação e no êxito dos processos de comunicação e de divulgação institucional. É um processo coletivo, onde cada área possui sua parcela de responsabilidade para que as ações sejam desenvolvidas e gerem os resultados desejados.

O plano reforça essa questão, quando apresenta que é preciso que todos os atores institucionais assumam suas responsabilidades no processo, uma vez que a comunicação sozinha “não faz milagre”. É importante ressaltar que as ações de comunicação são consideradas como ações de apoio a outras áreas e, portanto, é necessário  que essas áreas adotem outras medidas e iniciativas próprias para que as estratégias tenham êxito.

 

Planos Locais de Comunicação

Os comunicadores dos câmpus do IFG também vão elaborar os planos locais de comunicação, estabelecendo neles os projetos estratégicos a partir do PAT da unidade e dos objetivos de comunicação da unidade. A expectativa é que, até o final deste mês, esses planos também sejam divulgados às comunidades locais.

 

Sicom

Os setores de comunicação do IFG, além de estarem subordinados às instâncias internas conforme o organograma, estão subordinados também, como todos os integrantes do Sistema de Comunicação de Governo do Poder Executivo Federal (Sicom), à Secretaria Especial de Comunicação da Presidência da República (Secom-PR) e há também, um escopo de atuação sistêmica com as assessorias da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) e do Ministério da Educação (MEC), bem como com o Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif).

Uma das normas que deve ser obedecida pelo IFG, por exemplo, é a do Portal Padrão do Governo Federal, que estabelece o padrão que o site institucional deve ter. A responsabilidade nos processos que envolvem a comunicação pública é imensa, baseada em preceitos técnicos, em legislações e normas e afastada das opiniões pessoais ou de interesses particulares. Desse modo, prevalece sempre o interesse público e a impessoalidade. Além disso, qualquer ação equivocada ou mal planejada pode agravar ou mesmo gerar uma crise para a Instituição.

 

 

Diretoria de Comunicação Social/Reitoria.

Comunicados (Aluno)

Carta Aberta - Conif

07/05/2021 16h48

Nota de Pesar

13/01/2021 13h43

Nota de Pesar

12/01/2021 16h48

Fim do conteúdo da página