Gestão

Inclusão social e tecnologia são pautas de reunião realizada no IFG

Reitor do IFG, Jerônimo Rodrigues, recebeu o presidente do Instituto Campus Party, Francesco Farrugia, nesta sexta-feira

  • Imprimir
  • Criado: Sexta, 23 de Agosto de 2019, 18h23
  • Última atualização em Terça, 17 de Setembro de 2019, 08h22
Além de Farrugia e Jerônimo, pró-reitores, a diretora de Comunicação do IFG e o professor Sandeco participaram da reunião
Além de Farrugia e Jerônimo, pró-reitores, a diretora de Comunicação do IFG e o professor Sandeco participaram da reunião

Com o objetivo de tratar assuntos como a inclusão social e a inclusão tecnológica por meio de parcerias e programas, foi realizada nesta sexta-feira, 23, na Reitoria do Instituto Federal de Goiás, uma reunião entre o reitor do IFG, professor Jerônimo Rodrigues, e o presidente do Instituto Campus Party, Francesco Farrugia. Uma das pautas da reunião foi o desejo de estreitar as relações entre as duas instituições, a partir do estabelecimento de parcerias futuras que envolvam a comunidade acadêmica, em especial no Programa Include.

Além dos dois gestores, participaram da reunião os pró-reitores de Ensino, Oneida Irigon; de Pesquisa e Pós-Graduação, Paulo Francinete; e de Extensão, Daniel Silva Barbosa; a diretora de Comunicação, Adriana Souza Campos; e o professor do IFG, Sanderson Macedo, o “Sandeco”, que é embaixador Include da Campus Party.

Dentre os assuntos tratados na reunião estava a possibilidade de firmar parcerias, para aproximar o Instituto Campus Party do IFG e também dos outros institutos federais, por intermédio do Conif. Para tanto, Farrugia confirmou a participação na Reditec, que será realizada em setembro, para reunir-se com reitores das instituições da Rede Federal.

 

Campus Party

Outro assunto abordado na reunião foi sobre a participação do IFG na Campus Party Goiás, que será realizada de 4 a 8 de setembro no Passeio das Águas Shopping, com o apoio do Governo de Goiás e também com a parceria da Instituição. Vários projetos do IFG serão apresentados na Campus Future e também no espaço Starups & Makers, além de palestras, workshops e outras atividades que serão apresentadas por servidores e por alunos do IFG. Os câmpus estão se organizando para realizar uma grande "invasão" do IFG no dia 5 de setembro e estratégias para que isso se concretize serão definidas durante a reunião do Colégio de Dirigentes da Instituição, a ser realizada na segunda-feira, 26 de agosto.

Essa pauta também será levada aos reitores dos institutos federais, durante a Reditec, pelo gerente de Conteúdo e Comunidades da Campus Party, Thalis Antunes, na perspectiva de estabelecer uma parceria com toda a Rede Federal, de maneira a estimular a participação da comunidade acadêmica, não só como ouvinte e visitante nesses eventos realizados em diversas regiões do país, mas integrando a programação, conferindo visibilidade ao que é desenvolvido nos institutos federais.

 

Interesse e inclusão

Segundo o professor Jerônimo Rodrigues, há um interesse expressivo do IFG em estabelecer vínculos com o Instituto Campus Party. E uma das parcerias que foi discutida e encaminhada diz respeito ao Include, um programa que busca construir laboratórios comunitários de robótica.

De acordo com Francesco Farrugia, o Programa Include é uma grande ação de inclusão social que se dá por meio da tecnologia. Para Francesco, a fim de que esse programa seja realmente inclusivo, ele precisa chegar aos jovens: tanto àqueles que moram na capital, mas principalmente àqueles que moram no interior e que não possuem acesso ao conhecimento tecnológico. “Nós queremos a inclusão social e precisamos fazer com que o jovem do interior tenha esse acesso, pois isso é algo que pode mudar a vida deles. E, certamente, os institutos federais e o IFG, com sua capilaridade, podem ser parceiros essenciais nessa missão”, ressaltou Farrugia.

Chamando atenção para o Decreto N.º 7.566 de 1910, que estabeleceu a criação das Escolas de Aprendizes Artífices, as quais hoje são denominadas institutos federais, o professor Jerônimo salientou que a inclusão é algo que faz parte da origem da Rede Federal: “A rede dos institutos federais não perdeu essa natureza inclusiva, e uma parceria com o Instituto Campus Party é muito importante e estratégica nesse sentido, pois pode gerar a inclusão de muitas pessoas”.  

 

Parceria

Para viabilizar a parceria entre o IFG e o Instituto Campus Party, será nomeado um interlocutor para dar início às tratativas. A expectativa é de que a parceria resulte no envolvimento de alunos em funções de monitoria e como facilitadores nos laboratórios Include que serão instalados em Goiás, com o pagamento de bolsas, possivelmente pelo Instituto Campus Party, além de outras atividades a serem desenvolvidas com o apoio de servidores. A previsão é de que sejam implantados 15 laboratórios Include no Estado.

Pela parceria no Programa Include, conforme garantido por Francesco, o IFG teria sua marca incluída nas estruturas físicas e outras ações que envolvam os laboratórios em Goiás. Essa mesma garantia poderá ser replicada aos demais institutos federais, caso a parceria se consolide para a Rede. “O posicionamento da marca do IFG é fundamental para fazer com que mais estudantes conheçam a nossa Instituição. É também nas comunidades onde os laboratórios Include serão implantados que queremos estar e fazer com que aquelas pessoas venham estudar no IFG”, ressaltou a diretora de Comunicação do IFG, Adriana Souza.

 

Programa Talento IMD

Outro assunto da reunião foi sobre a parceria para apoiar a realização do Programa Talento Metrópole, que é uma iniciativa do Instituto Metrópole Digital da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. A intenção do Instituto Campus Party é que o IFG possa atuar na aplicação de testes para identificar jovens com altas habilidades nas comunidades onde estarão os laboratórios. 

 

 

Conheça o Instituto Campus Party e seus projetos.

Saiba mais sobre a Campus Party Goiás.

 

 

Diretoria de Comunicação Social/ Reitoria.