Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeitesth

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página
COOPERAÇÃO

IFG vai ajudar União resolver problema de área ocupada por cerca de 500 famílias

Criado: Quinta, 03 de Setembro de 2020, 11h27 | Última atualização em Quarta, 09 de Setembro de 2020, 11h28
imagem sem descrição.

O Instituto Federal de Goiás (IFG) assinou nesta quinta-feira, 3, um Termo de Acordo com a Superintendência do Patrimônio da União em Goiás (SPU-GO) para levantar dados de uma área localizada no Jardim Novo Mundo e ocupada por cerca de 500 famílias. Além do levantamento de dados, o IFG deve apoiar a elaboração dos projetos de regularização fundiária e urbanístico, necessários para que a SPU-GO possa resolver a questão da ocupação, que se arrasta há anos. 

O Termo de Cooperação foi assinado pelo reitor do IFG, professor Jerônimo Rodrigues da Silva, e pelo superintende da SPU-GO, Humberto Ribeiro Peixoto, na sede da Superintendência em Goiânia. As assinaturas foram digitais.

Estava presente a professora Maria de Lourdes Magalhães, diretora-geral do Câmpus Goiânia, responsável direto pelos trabalhos a serem desenvolvidos por professores e estudantes da área de Geomática. Também presente o servidor Celso Ribeiro, responsável dentro da SPU-GO pelos projeto de levantamento de dados da área e, posteriormente, de regularização.

O superintendente da SPU disse que a assinatura do Termo de Acordo consolidou a parceria entre a Superintendência e o IFG. Segundo ele, o acordo é específico para o trabalho na área da União localizada no Jardim Novo Mundo, mas a cooperação entre as duas instituições precisa ser ampliada.

O reitor do IFG concordou e disse que os órgãos da administração federal podem atuar em conjunto nos estados e municípios. “Temos vários núcleos de inovação e de tecnologia à disposição da sociedade e somos pouco procurados pelos órgãos federais”, afirmou. 

Mas Jerônimo também apontou avanços como o trabalho do IFG no apoio a municípios para desenvolvimento de seus projetos de manejo dos resíduos sólidos, dentro de uma ação do Ministério da Saúde. “E temos conhecimentos não apenas em tecnologia, mas também na área social”, completou.

Imóvel

O encontro entre os gestores serviu também para que fosse tratada uma possível doação de um prédio da União ao IFG. O edifício, localizado na Avenida Goiás, Centro de Goiânia, e sem utilização, poderá ser transformado em alojamento para estudantes do IFG e também em local para oferta de cursos de formação/capacitação profissional.

As tratativas entre IFG e SPU-GO estão avançadas, mas a concretização da doação está dependendo da liberação de recursos por parte do Ministério da Educação, para reforma do edifício. O superintendente da SPU-GO comprometeu-se a enviar ofício do MEC reforçando a importância da liberação dos recursos para o IFG poder cumprir os requisitos necessários à doação.

 

Diretoria de Comunicação Social/Reitoria.

 

Fim do conteúdo da página