Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeites

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página
Câmpus Aparecida

Curso de Licenciatura em Dança conquista nota máxima no conceito do MEC

O curso, criado há cinco anos, é ofertado no Câmpus Aparecida de Goiânia do IFG

  • Criado: Segunda, 10 de Setembro de 2018, 08h21
  • Última atualização em Terça, 25 de Setembro de 2018, 09h30

O curso de Licenciatura em Dança do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás (IFG), obteve Conceito 5 na avaliação do Ministério da Educação (MEC). A nota é o grau máximo da apreciação feita pelo Ministério e está sendo comemorada em festa nas redes sociais por alunos do curso, professores e servidores administrativos do IFG Aparecida de Goiânia. A diretora-geral do Câmpus, professora Ana Lucia Siqueira de Oliveira, considera que a conquista é uma vitória dos que trabalharam pela criação do curso e se esforçam cotidianamente pelo aprimoramento do ensino, da pesquisa e da extensão, na esfera do curso de Dança.

“Nós estamos muito felizes e orgulhosos pelo reconhecimento do curso de Licenciatura em Dança com um conceito que traduz todo o empenho que a comunidade acadêmica do IFG Aparecida de Goiânia tem tido para a afirmação e valorização do ensino e da vivência da dança, atendendo às demandas educacionais, culturais e científicas da Região onde estamos instalados, em benefício de todo o País”, afirma Ana Lucia.

O conceito do curso foi divulgado pelo Ministério da Educação na tarde desta quinta-feira, 6 de setembro. A avaliação foi feita a partir da visita de uma comissão do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (INEP/MEC), nos dias 30 e 31 de agosto. Na ocasião, os avaliadores conversaram com gestores, analisaram documentos, visitaram instalações do câmpus e conversam com professores e com alunos.

 

Trabalho de excelência

Coordenadora do curso de Licenciatura em Dança nos últimos anos até a conclusão do processo de avaliação da Licenciatura em Dança do IFG pelo MEC, a professora Rousejanny Ferreira, atribui a conquista a um trabalho coletivo de professores, alunos, técnicos administrativos, equipe gestora do Câmpus Aparecida de Goiânia e também da comunidade aparecidense. “A nota máxima na avaliação do MEC é  resultado de muito trabalho coletivo e o reconhecimento de um projeto, de um modo de pensar a potência da formação em Arte na Rede Federal. Temos construído diariamente uma série de ações que interligam ensino, pesquisa e extensão, estratégias de permanência, inclusão dos nossos alunos no mundo do trabalho relacionado à educação e cultura, e também possibilidades de trocas culturais super valiosas”, sintetiza a professora.

A Coordenação do curso de Licenciatura em Dança passou, no início de setembro, ao professor Roberto Rodrigues, que fez um agradecimento a todos que se envolveram e se envolvem cotidianamente nas ações do curso. Roberto considera que este é só o começo de uma jornada de muito trabalho para que a Licenciatura alcance, cada vez mais, a comunidade e solidifique o seu campo de atuação legitimando a Arte e a Dança, principalmente, na cidade de Aparecida de Goiânia.

Para a professora Luciana Gomes Ribeiro, que é idealizadora do curso de Licanciatura em Dança no IFG, o conceito de nota máxima pelo MEC, além de ser o reconhecimento de um trabalho árduo e cotidiano que é feito no curso de dança em diálogo com a cidade e com a educação em arte e em dança nos contextos formais e informais, traz uma importante marca: “É muito significativo, nesse contexto que a gente vive, saber que a gente faz um trabalho de excelência, que existe trabalho de excelência no centro do País, nos Institutos Federais, nas licenciaturas e nas artes”, afirmou.

 

Participação e reconhecimento

Os alunos também estão comemorando muito a conquista e, em suas declarações, evidenciam a participação ativa que tiveram e têm para a consolidação da Licenciatura em Dança no IFG. "O curso de Licenciatura em Dança é movido por lutas diárias, resistência, dedicação, reconhecimento, entre tantas outras coisas que o faz seguir num processo evolutivo. O reconhecimento desse percurso veio, nota 5, somos um curso de excelência”, afirma a estudante Thaís Nascimento. Para ela, a nota é devida a cada pessoa que tem contribuído com a formação profissional e pessoal dos alunos. Sua colega Larissa Pascoal também atribui o conceito ao resultado de muito trabalho. “Essa nota 5 representa o quanto temos uma coordenação, grupo de NDE,  docentes e todos aqueles desbravadores dessa conquista  que se empenharam nessa luta com dedicação, resistência e coragem”, declarou.

Aluno do oitavo período do curso, Welerson Alves conta que presenciou, desde seu ingresso, o empenho da Coordenação, professores, alunos e integrantes do Núcleo Docente Estruturante (NDE) do curso, para melhorias tanto na estrutura de laboratórios e salas de pesquisa, como na organização disciplinar por um ensino de qualidade. Welerson destaca que no atual contexto político e de uma negação do campo das artes, o reconhecimento se faz ainda mais significativo. Ele ressalta seu sentimento de que todo o trabalho desenvolvido pela Coordenação e pelos docentes visa ao benefício dos alunos e que a avaliação do MEC é um reconhecimento dessa dedicação.

 

Crescente demanda

O curso de Licenciatura em Dança do IFG teve início no segundo semestre de 2013 no Câmpus Aparecida de Goiânia. O curso integra o eixo tecnológico Produção Cultural e Design, que, segundo informa o Projeto Pedagógico do Curso, fomenta uma área de conhecimento pouco explorada academicamente e de crescente demanda, em especial após a promulgação da Lei de Diretrizes e Bases 9394/96, que garantiu o ensino da arte nas escolas, sendo a dança reconhecida como uma de suas linguagens.

 

 

Coordenação de Comunicação Social e Eventos – Câmpus Aparecida de Goiânia

 

Fim do conteúdo da página