Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeites

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página
Inclusão

Trabalho do IFG é relatado em evento internacional do Instituto Nacional de Educação de Surdos

Professora do curso de Pedagogia Bilíngue integrou mesa-redonda sobre a educação de surdos nos Institutos Federais

  • Criado: Quarta, 08 de Novembro de 2017, 13h37
  • Última atualização em Sexta, 10 de Novembro de 2017, 10h19
Professora Waléria Batista da Silva Vaz Mendes, uma das idealizadoras do curso de Pedagogia Bilíngue do IFG, no XVI COINES
Professora Waléria Batista da Silva Vaz Mendes, uma das idealizadoras do curso de Pedagogia Bilíngue do IFG, no XVI COINES

A experiência do Instituto Federal de Goiás no trabalho em educação de surdos foi relatada no XVI Congresso Internacional e XXII Seminário Nacional do Instituto Nacional de Educação de Surdos - COINES 2017. O evento, com o tema "INES: 160 anos construindo igualdade e democracia no Brasil", está sendo realizado no Rio de Janeiro (RJ) até esta quarta-feira, dia 8 de novembro.

O curso de Pedagogia Bilíngue do IFG, ministrado no Câmpus Aparecida de Goiânia há três anos, é o primeiro do País oferecido na modalidade presencial. A professora  Waléria Batista da Silva Vaz Mendes, uma das idealizadoras do curso, foi debatedora  no XVI COINES na mesa-redonda intitulada “Conhecendo um pouco da Educação Bilíngue e os projetos em tecnologia assistiva para Surdos nos Institutos Federais”. A mesa-redonda integrou a programação no dia da abertura do evento, dia 6. Waléria Vaz discorreu sobre o assunto junto da representante do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), Carmen Beck, e do Instituto Superior de Engenharia do Porto – Portugal, Paula Maria de Sá Oliveira Escudeiro. O representante da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação (Setec/MEC), Franclin Nascimento, foi o mediador da Mesa.

A professora Waléria relatou que a abertura do XVI COINES, um dia após a realização do primeiro dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem),  foi marcada por aplausos incansáveis da comunidade surda presente, em comemoração à escolha do tema da redação feita pelo INEP/MEC: “Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil”. Ela comentou que o tema foi “surpreendente” e muito positivo para incentivar reflexões e discussões na sociedade sobre a educação inclusiva.

Outro aspecto rico no evento, destacado pela professora, foi a oportunidade que os participantes tiveram de conviver com falantes de línguas de sinais de diferentes países. O XVI COINES está reunindo pesquisadores, professores, profissionais da área e demais pessoas interessadas, promovendo troca de conhecimentos e experiências sobre a cultura e a identidade surdas, estudos linguísticos, políticas públicas e outras assuntos.

No COINES está também sendo lançado o livro "Panorama da Educação de Surdos no Brasil", que concentra dados de 2010 a 2015 e é o primeiro relato da educação superior de surdos no país, além do Repositório Digital Huet, que agrega e disponibiliza online materiais sobre surdez em língua portuguesa e língua brasileira de sinais. Ambos os projetos foram idealizados e desenvolvidos por profissionais que fazem parte do Núcleo de Educação Online do instituto. A professora Waléria Vaz integra o Núcleo como coordenadora de Polo em Aparecida de Goiânia no Curso de Pedagogia Bilíngue EaD do INES.

 

Imagens

 

Coordenação de Comunicação Social e Eventos / Câmpus Aparecida de Goiânia.

Fim do conteúdo da página